Recomendações MP Diário Oficial
 
 
17/04/2018

Secretaria de Saúde e Secretaria de Educação Criam plano de educação em saúde para escolas e creches de Rubiácea e caramuru .

 

 

Preocupados com  a disseminação de doenças na infância os Secretários de Saúde e Educação discutem um planejamento de educação em saúde para educadores e auxiliares de creches como forma de minimizar o risco de disseminação de doenças da infância. Várias doenças no inverno disseminam em massa nas escolas e creches dos municípios , Rotavírus,hepatite A,Impetigo entre outras. Para poder aumentar a segurança das crianças é necessário educar a todos em biossegurança.

Em vários municípios estão havendo surto da síndrome MÃO-PÉ-BOCA. Para melhor entendimento da doença o secretário de saúde disponibiliza a afecção e diz estar a disposição para esclarecer dúvidas sobre a afecção.

 Síndrome mão-pé-boca (SMPB), também chamada de doença mão-pé-boca, é uma infecção viral contagiosa muito comum em crianças, que é caracterizada por pequenas feridas na cavidade oral e erupções nas mãos e nos pés.

A síndrome mão-pé-boca é, na maioria dos casos, uma doença branda e benigna, que desaparece espontaneamente após alguns dias sem causar nenhum tipo de complicação. O maior problema costuma ser o risco de desidratação, pois a dor de garganta pode fazer com que a criança pare de aceitar alimentos e líquidos.

De todas as principais causas de exantemas febris (febre + manchas vermelhas na pele), a doença mão-pé-boca é uma das mais fáceis de ser diagnosticada, devido ao seu típico envolvimento da mucosa oral, solas dos pés e palmas das maões.

Neste artigo, vamos nos ater apenas à síndrome mão-pé-boca, se você procura informações sobre outras causas de febre e manchas vermelhas na pele

O QUE É A SÍNDROME MÃO-PÉ-BOCA

A síndrome mão-pé-boca é uma infecção viral contagiosa, provocada habitualmente, mas não somente, pelo Coxsackievirus A16. Casos da SMPB também podem ser provocados por outros sorotipos do Vírus Coxsackie, tais como o Coxsackievirus A2, A4 ao A10, B2, B3 ou B5. Outros vírus, como o Echovirus 1, 4, 7 ou 19 ou o Enterovirus A71 também podem causar a mesma síndrome, com sinais e sintomas muito semelhantes.

O quadro clínico costuma ser autolimitado e de curta duração em todos os sorotipos, mas a síndrome mão-pé-boca provocada pelo Enterovirus A71 pode ser mais perigosa, pois pode complicar com casos de encefalite, meningite ou miocardite (inflamação do músculo cardíaco).

A SMPB ocorre frequentemente nas crianças com menos de 5 anos, mas pode, eventualmente, acometer adultos.

TRANSMISSÃO DA SÍNDROME MÃO-PÉ-BOCA

O vírus que causam a doença mão-pé-boca podem ser transmitidos por contato com secreções das vias respiratórias, secreções das feridas das mãos ou dos pés e pelo contato com fezes dos pacientes infectados. Isso significa que o Vírus Coxsackie (e os outros vírus causadores da SMPB) podem ser transmitidos nas seguintes situações:

  • Beijar alguém infectado.
  • Ter contato com secreções respiratórias, geralmente através da tosse ou espirro.
  • Beber água contaminada.
  • Apertar a mão de alguém contaminado.
  • Ingerir alimentos preparados por alguém infectado, que não tenha feito a higienização adequada das mãos.
  • Contato com brinquedos ou objetos que possam ter sido contaminados por mãos sujas.
  • Contato com roupas contaminadas.
  • Trocar fraldas de crianças contaminadas.
 

Galeria de Fotos da Matéria

 

 
...  
   
 
...  
   
 
...  
   
 
 

 

 
14/09/2018
PRIMEIRO COMANDANTE DA HISTÓRIA DA POLICIA MILITAR DE ARAÇATUBA – O TENENTE CORONEL JAYR FORESTI FOI HOMENAGEADO DURANTE SESSÃO SOLENE EM RUBIÁCEA-SP
05/09/2018
MEC divulga avanço do IDEB em Rubiácea
06/09/2018
Airton Rodrigues realiza palestra em Rubiácea
30/08/2018
AGRADECIMENTO AOS COLABORADORES
10/09/2018
Rubiácea inaugura projeto Costurando o Futuro
   
 
 

© 2017 - Portal do Governo Municipal de Rubiácea - SP

Prefeitura Municipal de Rubiácea - Avenida Ministro Konder, 108 - Centro - Rubiácea - SP - Pabx (18) 3697-9117